terça-feira, 2 de outubro de 2012

Aceite os fatos: ela não te ama!




                                   



      Um perfil atlético, rostinho bonito, uma barba bem feita, perfume envolvente e bons contatos sociais ou nem isso. Entre as luzes coloridas da pista parecia um belo partido para moças que beberam duas tequilas na balada, mandaram mensagem desesperadas para o ex e não querem voltar sozinha pra casa. Pobres coitadas procurando orgasmos múltiplos ou um amore ao primeiro porre.
      Muito músculo e pouca conversa. Muita risada sem graça e desnecessária. Mais um copo vazio para combinar com os pensamentos. Um motel barato de esquina. Uns beijinhos. Algumas mãozinhas e depois de 5 minutos ele dá por encerado as preliminares se é que aquela coisinha sem graça tem nome.
    Mas o que você ainda espera de um cara que não consegue pronunciar a palavra c.l.i.t.ó.r.i.s e se acha o gênio do kamasutra? Lógico que não podemos esperar algo muito complexo e bem executado, porque o que queremos mesmo é uma britadeira desesperada fungando no nosso cangote. E é claro que aquela história de me dê prazer que a sua satisfação será garantida é pura bobagem. Só que não!      Depois de muitos gemidos falsos para acelerar o processo a madrugada chega ao fim com hematomas desagradáveis. Um chupão no pescoço, uma distensão na virilha, unhadas nas costas, uma ejaculação precoce e aquela sensação de que teria sido melhor ter dormido em casa sozinha.
   O fato é que as mulheres aprenderam a jogar. Descobriram o poder da escolha. Pagam para ver se estão com vontade. E ficar com aquele babaca só por medo de ficar para titia não é mais uma realidade. 
    Agora elas estão à procura de satisfação sexual sem ter a obrigação de apresentar qualquer arroz de quinta para a família. Aprenderam a dar voz aos desejos e a distinguir amor de sacanagem. Se descrevem mulheres bem resolvidas sexualmente. Só que vez ou outra ainda teimam em confiar naquele dedo podre que a sua mãe tanto alertou.
    Em contra partida a maioria dos homens não sabem mais o que fazer nesse jogo de damas. Afinal, nunca precisaram lidar com o sexo oposto. O outro restante ainda não fazem mesmo a questão ler o manual e continuam procurando apenas a própria satisfação.
     Aceitem meus caros, as regras dessa brincadeira onde só uma parte ganhava mudaram e que nem sempre o que elas querem é amor.
    Agora é olho por olho dente por dente e gozo por gozo e sejam bem vindos ao sexo casual de todos os gêneros!

Um comentário:

  1. uiiiiiiiii. Esse tinha que ir para o de 4. kkkkkk Adoro essa foto *_*

    ResponderExcluir